A FDI está publicando seu 1º- relatório técnico sobre o tratamento da Endodontia, fornecendo recursos para dentistas, associações nacionais de odontologia (NDAs – National Dental Associations) e outros atores da saúde bucal.

O tratamento endodôntico trata do dano causado aos vasos sanguíneos, nervos e tecidos no dente e em torno dele e é frequentemente causado por por cáries dentárias não tratadas, o que afeta um número inacreditável de 2,4 bilhões de pessoas no mundo.

O Relatório Técnico sobre Tratamento Endodôntico (White Paper on Endodontic Care) define a escala do encargo global da doença endodôntica e propõe soluções centradas no paciente para melhorar a saúde endodôntica. O relatório foi publicado como parte da iniciativa Endodontia na Prática Geral (Endodontics in General Practice) da FDI, com apoio da Dentsply Sirona.

Além das raízes – Em vez de se focar puramente nas raízes dos dentes, o tratamento endodôntico deve, segundo o relatório, lidar com um conjunto mais amplo de resultados de saúde que afetam diretamente o paciente, incluindo a retenção dos dentes e o impacto na saúde geral. Os pacientes se preocupam com eliminar a dor e manter o dente afetado saudável e forte em longo prazo. Levar em consideração a perspectiva do paciente no fornecimento de tratamento endodôntico tem implicações significativas nas atuais diretrizes de tratamento.

“Uma abordagem completa ao tratamento endodôntico coloca o paciente em primeiro lugar”, disse a presidente da FDI, dra. Kathryn Kell. “Precisamos nos distanciar de resultados de tratamento focados apenas em objetivos técnicos e sintomas clínicos e após o tratamento e examinar mais de perto como podemos oferecer melhor tratamento a nossos pacientes”.

Desafio – O relatório sumariza resultados de uma pesquisa realizada por NDAs filiadas à FDI para identificar obstáculos no fornecimento de tratamento endodôntico. As filiadas relataram que o acesso limitado ao tratamento é um desafio permanente em muitos países e que concepções errôneas da endodontia como um procedimento complexo e doloroso frequentemente impedem os pacientes de buscar tratamento.

“Problemas endodônticos não tratados podem afetar drasticamente a qualidade de vida de uma pessoa, causando dor craniofacial, dificuldade para mastigar e para dormir”, disse a vice-presidente e diretora clínica da Dentsply Sirona, Dra. Terri Dolan. “É com orgulho que apoiamos o trabalho da FDI para lidar ativamente com esses desafios e propor soluções tangíveis para melhorar a saúde endodôntica em todo o mundo”.

A endodontia (em grego, “endo” significa “dentro” e “dontia” significa “dente”) é o ramo da Odontologia relativa à conservação e tratamento da polpa dentária e dos tecidos que circundam as raízes dos dentes. O projeto Endodontia na Prática Geral da FDI orienta os dentistas em geral sobre o fornecimento de tratamento endodôntico.