Pesquisador da University of Cincinnati  faz pesquisa, premiada, pela American Cancer Society, sobre elixir oral para detecção de câncer oral. O dr. Ecott Langevin, professor assistente  do Cincinnati Cancer Center (CCC) e do Cancer Institute,  foi recentemente premiado com US $ 782.000 pela American Cancer Society (ACS) para continuar a pesquisa sobre o elixir oral que poderá ajudar na detecção da recorrência em estágios iniciais desse tipo de câncer.

Em 2017, o câncer foi responsável por cerca de quase 50 mil novos casos  diagnosticados por ano, com o registro de 9.700 mortes nos EUA, com  resultados para pacientes com esse tipo de câncer relativamente baixos. Perto de metade desses pacientes terão recorrência do câncer oral  nos próximos 2 anos após o tratamento.

A detecção precoce de tumores recorrentes está associada a melhores resultados clínicos, portanto há uma clara necessidade de novos testes que possam ajudar a facilitar a detecção precoce. Os pesquisados vão recrutar pacientes diagnosticados com câncer oral, com aplicação do elixir, para recolher a cada 3 meses amostras durante dois anos, após o diagnóstico inicial do tratamento. Com isso esperam observar atentamente

a metilação dentro dos próprios tumores para melhorar a compreensão da prevalência e extensão dessas alterações nos cânceres orais.

Fonte: Jornal Dentitry/ Oral Cancer Foundation /healthnews.uc.edu

Artigo original OCF: “University of Cincinnati researcher studies cancer-detecting mouthwash with help from ACS grant”